BLOG PONTO DE ÔNIBUS

Informações sobre Transportes

Greve de ônibus e passagem mais cara: Mais um dia para quem depende de transportes pelo Brasil

LEIA INFORMAÇÕES SOBRE A GREVE DE MOTORISTAS E COBRADORES DE ÔNIUBUS POR 24 HORAS EM RECIFE NESTA QUARTA-FEIRA DIA 27 DE JUNHO NA PÁGINA PRINCIPAL. BASTA IR ATÉ O TOPO DA TELA E CLICAR SOBRE O NOME BLOG PONTO DE ÔNIBUS ACIMA DA FOTO DE ABERTURA

onibus

Greve de ônibus Campinas maio de 2012, greve ônibus Campinas, Greve de ônibus em Campinas, greve de motoristas e cobradores de ônibus em Campinas, paralisação de motoristas e cobradores de ônibus em Campinas, greve ônibus Viação Boa Vista, greve viação Boa Vista, Hortolândia, Monte-mor, Sumaré, Americana, Campinas, Santa Bárbara D’Oeste, greve de ônibus, greve de motoristas e cobradores de ônibus, paralisação de serviços de ônibus, greve de ônibus em Itabuna, greve de motoristas e cobradores de ônibus, greve de ônibus na Bahia, aumento das passagens de ônibus em Salvador, Setps – Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador, aumento das passagens de ônibus, aumento da passagem de ônibus em Salvador, greve de motoristas e cobradores de ônibus em Ribeirão Preto, greve em Ribeirão Preto, greve de ônibus em Ribeirão Preto, Sindicato dos Empregados do Transporte Coletivo Urbano de Ribeirão Preto – Seeturp, Belo Horizonte, Natal, Maceió, João Pessoa, Recife, CBTU – Companhia Brasileira de Trens Urbanos , Adamo Bazani, Blog Ponto de ônibus, ônibus, transportes, coletivos, bus

Greve de ônibus em Campinas e região metropolitana entra no segundo dia
Já é a terceira vez no mês que os motoristas entram em greve

ADAMO BAZANI – CBN

Mais uma vez quem depende de transportes intermunicipais em Campinas e região enfrenta greve de ônibus.
De acordo com a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, que gerencia os serviços intermunicipais, são cerca de 60 mil passageiros prejudicados no segundo dia de paralisação dos motoristas e cobradores da Viação Boa Vista.
Os ônibus ligam Campinas às cidades de Hortolândia e Montemor.
São 159 ônibus que percorrem 29 linhas.
Para amenizar a situação, a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos deslocou cerca de 50 micro-ônibus e vans da ORCA (Operador Regional Coletivo Autônomo). Mas os veículos são de pequeno porte e não conseguem dar conta da demanda. Estes veículos são realocados da cidade de Sumaré.
Os sindicalistas dizem que não são responsáveis pela paralisação. Nesta quinta-feira, dia 31 de maio, há uma previsão de greve maior, atingindo também os municípios de Montemor, Santa Bárbara d’Oeste, Hortolândia, Sumaré, Nova Odessa e Americana.
É a terceira greve de ônibus em Campinas e região Metropolitana.
A situação mais grave enfrentada pelos passageiros foi no Terminal Prefeito Magalhães Teixeira, onde houve grandes filas.
Na sexta-feira passada, os motoristas em reunião com os empresários pediam reajuste de 14,8% e as companhias de ônibus ofereceram 5,2% de aumento.

GREVE DE ÔNIBUS EM ITABUNA, NA BAHIA:

Motoristas e cobradores de ônibus em Itabuna, na Bahia, também cruzaram os braços.
A greve é comandada pelo Sindirod, sindicato dos rodoviários, a categoria quer aumento salarial de 16,5% e os empresários oferecem 6%.
A categoria ainda pede 10% de aumento no valor das horas extras, vale-refeição e passe livre nos ônibus intermunicipais.

AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS EM SALVADOR:

Em Salvador, os ônibus voltaram a operar neste sábado depois de greve de motoristas e cobradores.
A categoria recebeu 7,5% de aumento salarial e 4,09% de reajuste no vale refeição.
Nesta segunda-feira, o Setps – Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador pediu à prefeitura que reajuste as tarifas de ônibus dos atuais R$ 2,50 para R$ 3,10.
As empresas dizem que o atual valor da tarifa deveria ser de R$ 2,96, tentatgiva de aumento que já foi negada há meses. Com o aumento nos salários depois da greve, elas calculam que os custos seriam cobertos caso a tarifa fosse de R$ 3,10.
Ainda de acordo com os empresários, a mão de obra passa a custar para as empresas de ônibus R$ 5,9 milhões por mês. Depois do aumento de salários e da concessão de benefícios, este valor representa 49,7% dos custos totais das empresas ante 46,7%
No total, são cerca de 18 mil trabalhadores em transportes rodoviários urbanos.
Para evitar elevação maior nas tarifas, os empresários sugerem subsídios públicos para que o passageiro não pague sozinho pelos aumentos de salários.
A Secretaria Municipal de Transportes e Infra-Estrutura – Setin diz que ainda é muito cedo para se manifestar sobre o pedido dos empresários.

GREVE DE ÔNIBUS EM RIBEIRÃO PRETO:

A greve de motoristas e cobradores de ônibus em Ribeirão Preto, no Interior de São Paulo, entra no segundo dia consecutivo, porém o movimento dos grevistas perdeu força.
Pelo menos 40% dos 340 ônibus que ficaram parados ontem voltaram a circular na manhã desta terça-feira.
Mesmo assim, o percentual é menor que os 70% determinados pelo Tribunal Regional do Trabalho nos horários de pico e 50% da frota nas demais horas.
O Sindicato dos Empregados do Transporte Coletivo Urbano de Ribeirão Preto – Seeturp disse que os motoristas e cobradores voltaram ao trabalho por pressão das empresas de ônibus.
Os cerca de 640 motoristas e cobradores pedem reajuste salarial de 15%, aumento no vale refeição de R$ 400 para R$ 500 e reajuste de R$ 251 para R$ 350 na Participação nos Lucros e Resultados para motoristas que acumulam dupla função, que é dirigir e cobrar. O que para as empresas é vantagem, já que em vez de pagarem cerca de R$ 800 de salário de cobrador dão de R$ 200 a R$ 350 para um motorista fazer a função do colega.
As companhias de ônibus ofereceram reajuste de 5% nos salários e depois aumentaram a proposta para 6,3%. A Transurb, que reúne as empresas de ônibus, disse que agora quem vai julgar o caso é o Tribunal Regional do Trabalho, e que por enquanto estão suspensas as negociações.

DUAS SEMANAS SEM METRÔ E TRENS:

Hoje completam duas semanas exatas que milhões de pessoas que precisam de transportes em Belo Horizonte, Natal, Maceió, João Pessoa e Recife estão sem os serviços da CBTU – Companhia Brasileira de Trens Urbanos por causa da greve dos ferroviários.
A decisão sobre a greve deve ser feita pela Justiça Trabalhista. Representantes dos sindicatos de cada capital estão em Brasília para uma reunião com a CBTU.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

3 comentários em “Greve de ônibus e passagem mais cara: Mais um dia para quem depende de transportes pelo Brasil

  1. Leandro Tavares
    29 de maio de 2012

    Olá Adamo. Tudo bem?
    Você sabe dizer se a nova lei 12.619 que regulamenta a profissão de motoristas profissionais também é válida para motoristas de ônibus, tanto urbano quando rodoviário?
    Abs,
    Leandro Tavares.

    • blogpontodeonibus
      29 de maio de 2012

      Sim, a lei é válida para motoristas profissionais dos mais diferentes ramos, inclusive de ônibus urbanos. Há uma matéria sobre isso aqui no Blog, amigo.

      Soma-se a esta lei, todo benefício extra obtido por convenção trabalhista local.

  2. thiago
    17 de julho de 2012

    Minha foto!
    rsrsrsrsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.569 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: