Trânsito e Políticos deixam paulistanos insatisfeitos com a cidade

ônibus

Ônibus em São Paulo. Trânsito e falta de investimentos em transportes públicos deixam paulistano insatisfeito, que também está descontente com o poder público. Foto: Adamo Bazani

Trânsito deixa paulistano insatisfeito
De acordo com pesquisa da FGV, atuação do poder público é reprovada pelos moradores da Capital Paulista
ADAMO BAZANI – CBN
A falta de mobilidade urbana adequada, com excesso de veículos e poucos investimentos em transportes públicos deixam o paulistano insatisfeito com a cidade, de acordo com pesquisa divulgada nesta terça-feira, dia 14 de janeiro de 2014, pela FGV – Fundação Getúlio Vargas.
Dez itens receberam avaliação de 786 entrevistados de diferentes classes sociais.
As notas variavam de 1 para totalmente insatisfeito e 5 para totalmente satisfeito.
O transporte público e o trânsito receberam nota 2,5 – muito baixa.
A falta de tempo com a família, a poluição do ar e sonora por causa do trânsito e o quanto o paulistano gasta por dia para se deslocar influenciaram na avaliação, que mostra a necessidade de investimentos em transporte público de maneira urgente, com obras que satisfaçam as carências de mobilidade e que sejam rápidas.
Segundo a pesquisa, 31 por cento dos entrevistados demoram mais de duas horas para realizar os deslocamentos diários.
A falta de mobilidade só não teve pior avaliação que a atuação do poder público, que recebeu nota 1,8.
Os paulistanos cobram transparência e mais realizações dos políticos. Entre o poder público, a Câmara dos Vereadores foi a que recebeu pior avaliação.
No geral, de 1 a 5, a nota da satisfação geral com a cidade de São Paulo foi de 3,69.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , | 8 Comentários

Bilhete Único Escolar de São Paulo só pode ser solicitado pela internet

ônibus

Ônibus em São Paulo. Bilhete Único Escolar na Capital Paulista só vai poder ser solicitado agora pela internet. SPTrans estima que cerca de um milhão de estudantes requeiram o passe. Foto: Adamo Bazani

Bilhete Único Escolar em São Paulo agora só pode ser solicitado pela internet
Pedido já pode ser feito pelo site da SPTrans. Quem tem o cartão de cotas escolares pode revalidar o bilhete a partir do dia 22 de janeiro
Os estudantes que vão utilizar o Bilhete Único Escolar neste ano de 2014 devem estar atentos. A solicitação do passe agora só é possível pelo site da SPTrans.
A SPTrans estima que um milhão de alunos se cadastrem durante o ano, sendo que 700 mil somente até o mês de março.
Já podem pedir o Bilhete Único Escolar os seguintes alunos:
– Quem solicita o cartão pela primeira vez;
– Quem solicita um cartão novo
– Estudantes que utilizarão os cartões conveniados com UNE/Umes;
– Estudantes que já se cadastraram no novo Bilhete Único e precisam habilitar a modalidade escolar
Quem já tem o cartão apenas de cotas escolares e optar por revalidá-lo poderá fazer a solicitação a partir do dia 22 de janeiro.
Os estudantes, no entanto, ainda precisam se cadastrar antes na secretaria da instituição de ensino, que é responsável por enviar os dados da matrícula do aluno à SPTrans.
O site para a solicitação do Bilhete Único do Estudante é:

http://estudante.sptrans.com.br

O aluno pode escolher se utilizará o cartão apenas para o benefício da meia-tarifa no transporte público ou se prefere a versão conveniada com UNE/Umes, que dá direito também a descontos em eventos, cinema, teatro e outras atividades de lazer.
Também haverá a opção de apenas revalidar o cartão já feito em 2013, apenas para quem utilizar o bilhete que dá direito apenas à meia-tarifa no transporte público. Quem fizer a escolha do cartão conveniado deverá, obrigatoriamente, solicitar um novo bilhete.
Portal do Bilhete Único
Ao fazer o seu cadastro para o novo Bilhete Único, o usuário estará criando uma conta que permitirá, ainda no primeiro semestre, acessar uma série de serviços como consultar o extrato do cartão, participar de pesquisas de qualidade do transporte público e até cancelar seu bilhete em caso de perda, por meio da internet.
Os estudantes que solicitarem um bilhete novo terão a vantagem de poder escolher o Bilhete Único Mensal para utilizar o sistema de ônibus municipais por até 31 dias, pagando uma tarifa única de R$ 70,00. A escolha e o acompanhamento também deverão ser feitos no portal, mês a mês, de acordo com o que melhor se adequar às suas viagens.
Por exemplo, o aluno poderá optar por utilizar o Bilhete Mensal, em março, e em abril, voltar a usar as cotas normais. Basta informar a opção escolhida na sua conta no site do Bilhete Único.
Esse benefício estará disponível apenas para quem solicitar um cartão novo. Quem revalidar o bilhete do ano passado terá direito apenas às cotas normais, de acordo com o número de viagens entre casa e escola realizadas em um mês, seguindo o modelo dos anos anteriores.

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , | 3 Comentários

População agiu o direito de cidadania e Procon multou empresa de ônibus no Guarujá em mais de R$ 250 mil

ônibus

Prestação de serviços da Translitoral não satisfaz passageiros que agiram e reclamaram nbo Procon. Empresa foi multada em mais de R$ 250 mil.

Procon Guarujá multa empresa de ônibus em mais de R$ 250 mil
Ação do órgão foi motivada por reclamações de passageiros. Após notificá-la em dezembro, por problemas como sujeira nos coletivos, atraso e falta de abrigos, a empresa deverá pagar multa no valor R$ 250.986,67
O Procon Guarujá multou a concessionária de transporte público Translitoral – Transportes, Turismo e Participação Ltda, no valor de R$ 250.986,67. A penalidade aplicada na última sexta-feira (10), é referente a reclamações dos munícipes quanto às más condições do serviço prestado. A empresa tem prazo de 15 dias para apresentar recurso.
Ainda sobre a notificação de 2013, dentre os principais pontos acrescidos ao documento, o principal é referente ao atraso dos coletivos. Segundo o que foi registrado pelo Procon, a demora hoje dos veículos está entre 40 minutos e uma hora. A notificação abrangeu ainda a falta de abrigos nos pontos de parada, além de sinalização adequada e manutenção.
Para verificar estes itens, os fiscais do Procon prosseguem com vistorias pela Cidade. O serviço de fiscalização foi baseado também na ordem de serviço 7/2013 – emitida pela Advocacia Geral do Município (AGM) e datada de 20 de novembro passado – que decorre de uma recomendação feita pelo Ministério Público.
O Advogado Geral do Município, André Guerato explica que a Prefeitura vem dialogando com a concessionária de transporte, no sentido de cobrar melhorias. “Comunicamos o Ministério Público (MP) na sexta-feira (10), acerca das irregularidades constatadas pelo Procon e, a partir daí, notificamos a empresa para adequações melhorias nos serviços”.
Finalidade – Na ordem de serviço da AGM, o Procon Guarujá fica designado a realizar verificações e especificações rotineiras nos equipamentos de transporte coletivo municipal, com o intuito de se fazer cumprir o Código de Defesa do Consumidor (CDC), e apurar eventuais falhas e deficiências na prestação do serviço em Guarujá.
Sobre a obrigatoriedade das concessionárias de serviço público (artigo 22 lei federal 8.078/90), o Código prevê que os órgãos públicos e empresas de qualquer natureza, “são obrigados a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, contínuos”. Diante da constatação, o Procon encaminha relatórios mensais à Advocacia Geral do Município, para comunicação ao MP.

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , | 2 Comentários

Haddad quer mais tempo para decidir sobre táxis em corredores

Agência Estado
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse nesta segunda-feira (13), que pode pedir ao MPE (Ministério Público Estadual) o adiamento do prazo para a remoção dos táxis dos corredores de ônibus da capital paulista. No dia 17, a Promotoria havia estipulado que em 45 dias a Prefeitura deveria tirar esses automóveis das vias exclusivas dos coletivos. O período vence no início de fevereiro. Se a Prefeitura de São Paulo desobedecer, fica sujeita a uma ação civil pública.

Nesta quarta-feira (15), o secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, apresentará à CMTT (Comissão Municipal de Trânsito e Transporte), a qual preside, uma pesquisa feita pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) que mostra que a velocidade dos ônibus nos corredores pode aumentar 25%, caso os táxis sejam proibidos de circular nessas vias — ou seja, os carros de praça atrapalham o transporte público na capital.

Mas Haddad afirmou que o assunto ainda precisa ser debatido pela sociedade.

— Não tem nada predefinido ainda, até porque seria um desrespeito levar uma decisão pronta para um conselho que está sendo chamado a se manifestar sobre o que pensa. Então, nós estamos levando os estudos e vamos aguardar uma primeira manifestação para iniciar os debates.

Sobre o prazo do MPE, ele afirmou que o diálogo com a instituição é bom.

— Podemos firmar um outro ponto de vista e, eventualmente, levar ao Ministério Público uma consideração de prazo, de modulação da decisão. Para isso, a gente quer ouvir um pouco mais a sociedade. Duvido que o Ministério Público esteja contra a iniciativa de ouvir mais os conselhos da cidade, para chegarmos à melhor decisão possível.

Levantamento

O estudo feito pela Prefeitura paulistana para analisar o impacto dos táxis nos corredores de ônibus de São Paulo sugere que só os coletivos poderiam usar essas vias. A recomendação é para que se proíba a circulação dos taxistas com passageiros e também de outros veículos à noite e nos fins de semana — permissões que vigoram atualmente.

A gestão Fernando Haddad encaminhou em dezembro o documento ao promotor de Habitação e Urbanismo Maurício Ribeiro Lopes. Foi Lopes quem pediu à Secretaria Municipal dos Transportes a elaboração desse levantamento. A intenção é medir quanto os táxis interferem no desempenho do transporte público nos nove corredores da cidade.

Depois de analisar o material, ele estabeleceu os 45 dias para a remoção dos táxis dos corredores. Os resultados mostram que os passageiros de táxi somam menos de 1% do total dos que usam os corredores. “Como resultado, os passageiros de táxi impactam, negativamente, 99% dos usuários do transporte público coletivo que trafe

Publicado em Notícia | 3 Comentários

Gabriela sucateado é esperança para moradores do Pará

ônibus

O estado do ônibus é deplorável, mas para os moradores de Xinguará é o principal acesso a direitos básicos

Gabriela sucateado ainda é esperança para moradores do Pará
Sem serviços de transportes, moradores de Xinguará contam com o velho ônibus para terem acesso a direitos básicos
PORTAL DE ZERO A CEM
O Brasil é mesmo um país de extremos, onde o que parece péssimo acaba sendo ótimo para muita gente. Embora o nível de pobreza da população tenha diminuído nos últimos 10 anos, ainda vemos situações que chamam a nossa atenção pela precariedade. Vejam o caso desse ônibus “especial” das fotos. Nas grandes cidades, ele teria dificuldades para rodar – se é que poderia. Mas, em Xinguará, no Pará, ele roda e ajuda muito nos deslocamentos de diversas pessoas do município, sendo essencial para o dia a dia delas. Muito espirituoso, o dono do ônibus prefere ficar longe de encrenca e brinca que seu veículo tem até pneus vindos da Fórmula 1!
Só mesmo o bom humor do dono do ônibus, que preferiu não passar o seu nome, para tornar essa situação quase trágica num ato nobre. Quem me enviou as fotos e conheceu o veículo do perto foi o meu grande amigo Walber, que trabalhou em Xinguará por alguns dias. Com cerca de 41 mil habitantes, a cidade está localizada na região sudeste do Pará, próximo à divisa com o Tocantins.
Quando ouvi que o ônibus tinha “pneus de Fórmula 1″, logo achei que seriam os lisos, para correr em pista seca – ou seja, “carecas”. Mas, na verdade, seus pneus têm sulcos para pista molhada – mais adequados para rodar nas belas estradas brasileiras, cheias de buracos e de terra, como nas imagens.
O “ônibus especial” já perdeu toda a sua “saia esportiva” da Fórmula 1, facilitando a travessia de terrenos ainda mais acidentados e conta com um retrovisor lateral e com apenas um farol dianteiro funcionando – o outro não existe. O para-brisa também não está lá, mas quase todas as janelas estão presentes. Seu único opcional é a “traseira tapume de madeira”.
Por dentro, o veículo tem cerca de 10 bancos para transportar a população carente. A carga vai espalhada pelo assoalho, enquanto o luxo fica por conta de algumas cortinas.
Curiosamente, esse ônibus pode circular até um lado de uma determinada ponte de chegada da cidade. Caso ele cruze para o outro lado, o seu dono resume o que pode acontecer: “se passar, o ‘pessoal’ do lado de lá compra o meu ônibus. Mas eu não vendo”!
Embora o estado do ônibus seja deplorável, colocando seu ocupantes em risco, a bondade de seu dono em transportar a população carente merece aplausos.
Matéria com mais fotos: http://www.dezeroacem.com.br/2013/12/retrato-do-brasil-homem-ajuda-populacao-carente-com-onibus-especial-no-para/

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , | 11 Comentários

Belo Horizonte capacita funcionários para o BRT – Move

ônibus

Ônibus Padrão BRT que vai operar no sistema MOVE em Belo Horizonte. Instrutores recebem capacitação para disseminarem conhecimentos para funcionários do sistema de transportes. Foto: Breno Pataro – Prefeitura de Belo Horizonte

Belo Horizonte capacita funcionários para o MOVE
Instrutores vão disseminar conhecimento para motoristas, agentes de bordo e funcionários de estações para o sistema de corredores de ônibus BRT
ADAMO BAZANI – CBN
Um sistema de BRT – Bus Rapid Transit, que consiste em corredores de ônibus modernos e acessíveis que oferecem exclusividade real para o transporte público, aumentando a velocidade comercial, deve contar com tecnologia, sistemas modernos de bilhetagem e acesso às estações e ônibus de maior capacidade e melhor padrão.
Mas tudo isso pode não trazer os benefícios completos à população se os operadores destes sistemas não tiverem a capacitação adequada.
Por isso, a Prefeitura de Belo Horizonte, que deve instalar um sistema de corredores e de linhas troncais e alimentadoras denominado MOVE, iniciou a capacitação de cerca de cem instrutores.
Os treinamentos são feitos por uma parceria entre a Secretaria de Transportes e Obras Públicas (Setop), o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH), o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (Sintram), a Embarq Brasil e a Fedex.
As aulas são divididas em seis módulos e dão noções de operações técnicas, direção defensiva, conhecimento geral sobre os novos modelos de ônibus que são mais tecnológicos, ações em situação de emergência e atendimento à população, inclusive para turistas.
Esses instrutores vão aplicar os treinamentos para 2.260 motoristas (1.450 municipais e 810 metropolitanos) e 1.290 agentes de bordo (830 municipais e 460 metropolitanos), segundo nota da prefeitura.
O MOVE deve ser concluído ainda neste trimestre. No total deve ter 23 quilômetros de extensão, 40 estações e atender 700 mil passageiros por dia.
Hipercentro , Avenida Cristiano Machado, Avenida Antônio Carlos, Avenida Dom Pedro I e Avenida Vilarinho são alguns dos locais por onde passarão os ônibus padrão BRT.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Multas por invasão a faixas de ônibus em Santo André começam nesta segunda, 13 de janeiro

ônibus

Ônibus de Santo André. Multas por invasão a faixas de ônibus começam nesta segunda-feira, dia 13 de janeiro. Foto: Adamo Bazani

Multa por invasão a faixa de ônibus em Santo André começa nesta segunda-feira
Vias com espaços exclusivos estão concentradas na região central. Nas próximas semanas, bairros também recebem faixas
ADAMO BAZANI – CBN
A partir desta segunda-feira, dia 13 de janeiro de 2014, os motoristas e motociclistas que invadirem as faixas exclusivas para ônibus na cidade de Santo André, na Grande São Paulo, estão sujeitos a multas.
O valor é de R$ 53,20 e o condutor recebe três pontos na Carteira Nacional de Habilitação.
As faixas foram implantadas no dia 10 de dezembro na Perimetral (Coronel Alfredo Fláquer), Artur de Queirós, General Glicério, Queirós dos Santos, Firestone, Siqueira Campos e Luís Pinto Flaquer.
São 181 mil passageiros transportados por dia nestes locais, que somam 4 quilômetros.
A exclusividade é de segunda a sexta-feira, das seis horas da manhã às oito horas da noite, e aos sábados, das seis horas da manhã às duas horas da tarde.
Até o final de janeiro, a Rua Carijós e a Avenida Dom Pedro I devem receber faixas exclusivas, que vão operar somente no sentido Centro, das seis da manhã às dez horas da manhã.
Em Mauá, as multas para quem invadir a faixa na Avenida Barão de Mauá começam a ser aplicadas a partir do dia 27 de janeiro. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das cinco da manhã às oito da manhã, no sentido Centro, e para o bairro, das cinco da tarde às oito horas da noite.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários