Motoristas e cobradores de ônibus do Distrito Federal vão ter aulas de inglês e espanhol

ônibus

Ônibus para o Distrito Federal. Motoristas e cobradores vão passar por cursos de inglês e espanhol para atenderem turistas durante Copa do Mundo.

GDF vai ensinar inglês e espanhol para motoristas de ônibus
Cobradores e agentes de estação também podem participar dos cursos. Objetivo é preparar os profissionais para o atendimento ao turista durante a Copa
ADAMO BAZANI – CBN
Com a Copa do Mundo e outros eventos internacionais, as cidades brasileiras devem receber um grande número de turistas estrangeiros.
Por isso, os diversos ramos que trabalham com atendimento direto ao público têm se apressado em qualificar os profissionais. É o caso do setor de transportes coletivos.
No Distrito Federal, o Instituto Federal de Brasília criou 120 vagas para aulas de inglês e espanhol destinadas a motoristas e cobradores de ônibus do sistema da região.
As aulas começam no dia 10 de março e a formatura está prevista para o final de junho.
Não só para o atendimento aos turistas, mas os cursos são oportunidades para o crescimento profissional dos funcionários dos transportes por ônibus.
Os inscritos terão de passar por uma entrevista antes da efetivação da matrícula, segundo a gerenciadora DFTrans.
Com 205 horas/aula, os cursos são reconhecidos pelo MEC – Ministério da Educação e Cultura.
Os funcionários das empresas de ônibus do Distrito Federal podem se inscrever pelo site:

http://www.dftrans.df.gov.br/

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , | 1 comentário

Ônibus vão ter semáforos que abrem 10 segundos antes em São Paulo

ônibus

Ônibus para a Lapa, região onde será testado semáforo “queue jump” (fura fila) que abre dez segundos antes para o transporte coletivo na mesma via. Foto: Adamo Bazani

Ônibus devem ter semáforo preferencial na Lapa
Sistema denominado “queue jump” vai abrir 10 segundos antes para o transporte coletivo
ADAMO BAZANI – CBN
Com informações O Estado de São Paulo
Semáforos que abrem em tempos diferentes no cruzamento de uma mesma via.
Essa é a nova aposta da prefeitura de São Paulo para tentar diminuir o conflito entre transporte coletivo e transporte individual no espaço urbano.
O sistema denominado “queue jump” (fura-fila, mas sem relação com o projeto de corredor de ônibus suspenso na época de Maluf e Pitta) consiste em ter um semáforo só para a faixa ou corredor de ônibus e outro para os carros, caminhões e motos no mesmo cruzamento.
A sinalização semafórica dá preferência para os ônibus e “abre” dez segundos antes para o transporte coletivo.
Com isso, segundo estima a prefeitura de São Paulo, devem ser reduzidos os “entrelaçamentos”entre ônibus nas faixas e carros que precisam fazer conversões.
Estes encontros de veículos diferentes prejudica a velocidade dos diferentes meios de transporte, na avaliação da prefeitura. Aparentemente, o tempo que os carros vão perder saindo depois no cruzamento, o motorista vai ganhar por evitar o “entrelaçamento”.
O sistema deve ser testado inicialmente na Rua Clélia, na Lapa. As faixas não foram implantadas uniformemente. Segundo a prefeitura de São Paulo, por causa das condições da via, as faixas ficam à direita em alguns trechos e à esquerda em outros.
A partir do cruzamento com a Rua Crasso, a faixa muda da direita para a esquerda, fazendo um “nó” no tráfego.
A faixa que fica à direita vai ser ampliada até a Rua Tibério, onde será instalado a título de testes o semáforo “queue jump”.
A CET diz que hoje para mudar do lado de faixa, os ônibus circulam cerca de 200 metros. Com o equipamento, saindo dez segundos na frente, a mudança de lado pode ser feita de forma imediata.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes
Com informações de O Estado de São Paulo

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , , , , , | 10 Comentários

Estudantes do Rio têm a partir do dia 10 para se cadastrarem pela gratuidade

ônibus

Ônibus no Rio de Janeiro. Universitários com baixa renda familiar devem fazer cadastro a partir do dia 10 de fevereiro para terem direito à gratuidade.

Estudantes do Rio de Janeiro devem se cadastrar a partir o dia 10 para gratuidade
Benefício é para universitários com renda per capita familiar de até um salário mínimo
ADAMO BAZANI – CBN
Estudantes universitários de qualquer instituição de ensino com renda familiar de um salário-mínimo por pessoa podem a partir do dia 10 de fevereiro realizar cadastro nas agências da RioCard para terem direito à gratuidade.
É necessário apresentar comprovação de matrícula, de renda (pelo imposto de renda, contracheque ou autodeclaração em documento específico), além de documentos pessoais.
A gratuidade nos ônibus municipais do Rio de Janeiro também vale para estudantes atendidos pelo Programa Universidade para Todos, cotistas e alunos do ensino médio e do ensino fundamental da rede pública.
O número de viagens disponíveis no Bilhete Único Carioca subiu de 60 para 76 ao mês, podendo ser usadas também aos finais de semana e feriados.
Os benefícios são previstos no mesmo decreto assinado na quinta-feira, dia 30 de janeiro, pelo prefeito Eduardo Paes, que autoriza o aumento no valor das passagens municipais de 9,09%, indo de R$ 2,75 para R$ 3,00 a partir de 8 de fevereiro.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , | 2 Comentários

Greve de ônibus pode acabar em Porto Alegre a partir da tarde desta terça-feira

ônibus greve

Em nenhum dia da greve dos motoristas e cobradores de ônibus em Porto Alegre frota mínima foi respeitada. Acordo foi descumprido e ao menos 45 ônibus foram depredados. Depois de reunião no TRT, greve pode acabar nesta terça-feira. Foto: Uol.

TRT promove acordo e greve de ônibus pode acabar em Porto Alegre
Se propostas forem aceitas em assembleia na manhã desta terça-feira, ônibus devem voltar a partir do meio dia
ADAMO BAZANI – CBN
Se o sindicato dos rodoviários de Porto Alegre agir de maneira diferente de como tem se portado até agora, a greve de ônibus na cidade pode acabar a partir do meio dia desta terça-feira, dia 4 de fevereiro de 2014, depois de oito dias consecutivos de paralisação.
Na tarde desta segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014, em audiência no TRT – Tribunal Regional do Trabalho, empresas de ônibus e sindicato de trabalhadores assinaram um novo acordo.
No dia 30 de janeiro, foi assinado um primeiro acordo para suspensão da greve, que foi descumprido por causa da atuação de uma ala do sindicato.
Desta vez, patrões e empregados acertaram aumento salarial de 7,5% para a categoria, reajuste de R$ 3 em cada folha do vale-alimentação (que passa de R$ 16 para R$ 19 por dia), e redução de R$ 40 para R$ 10 do valor pago pelos trabalhadores por mês pelo plano de saúde.
Na manhã desta terça-feira, haverá uma assembleia com os motoristas e cobradores e se a proposta for aceita, os ônibus começam a voltar a partir do meio dia, sendo que 70% da frota prevista devem estar nas ruas até às quatro horas da tarde.
As negociações vão continuar e até quinta-feira, havendo consenso nos principais pontos, todos os ônibus escalados devem estar em operação.
A greve começou no dia 27 de janeiro de 2014 e desde então foi marcada por desrespeito à lei e vandalismo. Em nenhum dia a frota mínima foi respeitada, a greve foi considerada ilegal, o passe livre previsto em lei no Dia de Nossa Senhora dos Navegantes não foi seguido pelos motoristas e cobradores e 45 ônibus ao menos foram depredados.
Por dia útil, aproximadamente um milhão de passageiros foram prejudicados pela greve.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , | 2 Comentários

MP recomenda que polícia faça lista com os nomes de detidos por incendiar ônibus em São Paulo

ônibus queimado

Ônibus queimado em São Paulo. Só neste ano, foram 35 veículos destruídos na Capital Paulista em incêndios. Ministério Público quer que polícia faça uma relação de pessoas detidas durante os ataques para identifica-las em novas ações e indiciar os suspeitos, além de intimidar outros atos criminosos. Foto: Mário Ângelo/Agência Estado.

Promotor quer que polícia faça relação de detidos por queimar ônibus em São Paulo
Para Saad Mazloum, lista pode identificar autores de novos ataques. Coronel da PM diz que ações são isoladas
ADAMO BAZANI – CBN
O promotor de Justiça do Patrimônio Público e Social, Saad Mazloum, que acompanha a situação dos transportes na cidade de São Paulo desde 2008, recomendou que a polícia crie uma relação com os nomes das pessoas detidas por suspeita ou participação comprovada em incêndios a ônibus.
Segundo ele, isso seria uma maneira de identificar e indiciar caso sejam detidas em outros ataques e intimidar novas ações criminosas.
Na tarde desta segunda-feira, dia 3 de fevereiro, o promotor se reuniu com o coordenador de Operações da Polícia Militar, coronel Sérgio de Souza Merlo.
O objetivo da reunião foi tratar da série de ataques a ônibus na Capital e Região Metropolitana. Só no mês de janeiro, 35 ônibus municipais de São Paulo foram destruídos em incêndios. No ano passado inteiro foram 53 ônibus queimados, segundo a gerenciadora SPTrans.
Diferentemente do que declarou o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fenando Grella Vieira, que não descartou a ação do crime organizado nos ataques, o coronel da PM disse ao promotor que a maioria dos casos é formada por “atos isolados”.
Saad cobrou providências da PM para garantir segurança no transporte coletivo, mas se disse satisfeito com as explicações do coronel Sérgio de Souza Merlo.
Desde a semana passada, a ROTA – Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar, grupo de elite da PM paulista, faz policiamento nas áreas da zona Sul de São Paulo onde ocorreu o maior número de ataques no ano Mesmo assim, os incêndios continuam. Policiais à paisana também viajam nos ônibus urbanos de São Paulo.
As câmeras de monitoramento dos ônibus e de vigilância de prédios e das ruas devem ser melhor aproveitadas para identificar os criminosos que incendiam os ônibus, na opinião do promotor.
Há também outras medidas que, por questão de estratégia, ainda vão ser mantidas em sigilo.
Na segunda-feira da próxima semana, Saad deve ouvir representantes das empresas de ônibus e cooperativas da cidade de São Paulo.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Prefeitura de Mauá descumpre prazo anunciado e empresa de Baltazar ainda continua na cidade

ônibus

Prefeitura de Mauá descredenciou duas empresas, mas só uma foi retirada de fato. Prefeito Donisete Braga e secretário de mobilidade urbana , Paulo Eugênio Pereira, declararam que empresa de Baltazar José de Sousa deixaria o sistema até o final de janeiro. Viação Cidade de Mauá, no entanto, ainda opera.

Prefeitura de Mauá descumpre prazo anunciado e empresa de Baltazar continua operando
Poder público municipal disse que até o final de janeiro iria retirar as duas que operavam no sistema, mas até agora, só a Leblon foi impedida de prestar serviços
ADAMO BAZANI – CBN
A prefeitura de Mauá, na Grande São Paulo, ainda mantém em operação a Viação Cidade de Mauá, de Baltazar José de Sousa, apesar das declarações do prefeito Donisete Braga (PT), do secretário de Governo, Edilson de Paula (PT), e do secretário de Mobilidade Urbana, Paulo Eugênio Pereira (PT), de que a empresa emergencial Suzantur assumiria todas as 43 linhas do município até o final de janeiro.
As declarações podem ser acompanhadas em diversos órgãos da imprensa local.
A prefeitura descredenciou as empresas Viação Cidade de Mauá, de Baltazar, e Leblon Transporte, da família Isaak, sob o pretexto de que as duas companhias supostamente teriam realizado consultas no sistema de bilhetagem eletrônica sem autorização do município.
A acusação feita pela prefeitura é contestada na Justiça. A procuradora do município, Thais de Almeida Miana, em parecer de 27 de junho de 2013 entendeu que as consultas foram autorizadas, como alegam as empresas, e recomendou a realização de uma nova sindicância. A recomendação não foi levada em conta pelo prefeito Donisete Braga e pelo secretário Paulo Eugenio Pereira.
A prefeitura seguiu o processo de descredenciamento, também contestado judicialmente, e em outubro contratou a empresa Suzantur.
A Suzantur chegou a operar nas linhas da Viação Cidade de Mauá, mas por ordem judicial foi recolhida.
No entanto, em 16 de dezembro de 2013, a Justiça reverteu a situação e derrubou a liminar que mantinha em operação a empresa de Baltazar.
Em vez de logo fazer uso da decisão judicial contra a empresa de Baltazar, a prefeitura de Mauá preferiu esperar o dia 29 de dezembro, durante as férias do judiciário, para retirar somente a Leblon Transporte de Passageiros.
E a retirada da empresa do Paraná é marcada por mais polêmica.
Isso porque a prefeitura alega que o STJ – Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, determinou que fosse seguida decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo sobre o caso.
A administração de Donisete Braga diz que em 18 de novembro de 2013, o então presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori, suspendeu a liminar que garantia a Leblon operando.
Mas depois desta data, houve pelo próprio TJ de São Paulo duas decisões favoráveis a Leblon: em 13 de dezembro de 2013, na qual o desembargador Evaristo dos Santos devolveu a Leblon o direito de operar, e em 19 dezembro de 2013, quando o presidente na época, Ivan Sartori, mantém a decisão de Evaristo dos Santos para que a Leblon continue prestando serviços.
Só depois, no dia 20 de dezembro, é que a Prefeitura de Mauá entrou com pedido no STJ, mas teria ocultado as duas movimentações favoráveis à empresa Leblon.
Em 23 de dezembro de 2013, o presidente do STJ não acolheu nenhum pedido da prefeitura e afirmou que o caso caberia à corte paulista.
No dia 27 de dezembro, a prefeitura de Mauá anunciou pela assessoria de imprensa que a Suzantur iria operar 14 linhas da Viação Cidade de Mauá.
Mas Donisete Braga e Paulo Eugênio Pereira voltaram atrás e no dia 29 de dezembro recolheram todos os ônibus da Leblon, deixando a empresa de Baltazar operar até agora.
A Viação Cidade de Mauá se firmava numa decisão da Justiça do Amazonas, em processo de recuperação judicial que envolve 33 empresas de Baltazar, que podem ir à falência por débitos trabalhistas e fiscais da Soltur – Solimões Turismo, também do empresário do chamado grupo dos mineiros. Esta decisão foi derrubada em 16 de dezembro.
As últimas movimentações no Tribunal de Justiça do Amazonas mostram que a Viação Cidade de Mauá recorreu e antes de proferir qualquer decisão nova, em 21 de janeiro de 2014, o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa, intimou a procuradora do município, Thaís de Almeida Miana, a apresentar as contrarrazões da prefeitura em cinco dias úteis. A procuradora foi intimada em 23 de janeiro e ainda não é registrada no Tribunal de Justiça do Amazonas movimentação da prefeitura contra a empresa de Baltazar.
Enquanto a Justiça analisa os casos, Mauá tem duas empresas descredenciadas, mas só uma foi retirada. E é justamente a empresa de Baltazar que continua operando.
Baltazar detinha o monopólio dos transportes em Mauá por 30 anos, antes de a Leblon entrar em 2010
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 23 Comentários

Zona Noroeste de São Paulo ganha itinerário noturno

Terminal Pirituba

Terminal Pirituba, de onde parte linha de ônibus que opera 24 horas por dia, com itinerário para a madrugada. Foto: Pirituba on Line.

Zona Oeste de São Paulo ganha mais uma linha noturna
Objetivo da Prefeitura é ampliar o número de serviços 24 horas
ADAMO BAZANI- CBN
A zona Oeste da Capital Paulista recebeu neste último sábado, dia 1º de fevereiro de 2014, uma linha com funcionamento 24 horas, com itinerário circular durante a madrugada.
O objetivo é facilitar o deslocamento de pessoas que trabalham de madrugada e também frequentam atividades noturnas de lazer.
Trata-se da linha 8006/11 Jd. Donária – Terminal Pirituba (circular). A nova linha funciona diariamente, da meia noite às quatro da manhã, com o mesmo itinerário da linha 8006/10 Term. Pirituba – Jd. Donária.
Durante o dia, a linha teve início das operações antecipado para às que terá início de 04h00 em dias úteis, 04h05 aos sábados e 04h15 aos domingos.
A linha serve vias de grande fluxo como Av. Raimundo Pereira de Magalhães, Estrada de Taipas e Estrada da Cachoeira.
Confira o Itinerário:
Sentido Único: Terminal Pirituba, lateral Viaduto, Av. Raimundo Pereira de Magalhães, Estrada do Corredor, Estrada de Taipas, Rua Paulo Arentino, Estrada de Taipas, Estrada da Cachoeira, Rua Perobinha, Rua Petiá, Rua Alexandre Orlov, Estrada da Cachoeira, Estrada de Taipas, Rua Paulo Arentino, Estrada de Taipas, Estrada do Corredor, Av. Raimundo Pereira de Magalhães, Rua Agurum, Rua Arcangelica, Av. Felipe Pinel, Terminal Pirituba.
No início do ano passado, o prefeito Fernando Haddad prometeu ampliar as linhas 24 horas ou noturnas.
Pelo menos 150 itinerários estão previstos, mas ainda não há data para a implantação de todas as ligações.

ZONA SUL TESTA FAIXA REVERSÍVEL:

De hoje, até sexta-feira, dia 07 de fevereiro de 2014, a SPTrans testa uma faixa reversível somente para ônibus nas Avebidas Vitor Manzini e Guarapiranga e Estrada. M´ Boi Mirim
O funcionamento será das 16h00 às 20h00,.
Segundo a SPTrans, o objetivo é proporcionar maior fluidez ao tráfego de veículos na região.

Nesse período, os passageiros que embarcam ou desembarcam, no sentido bairro, deverão utilizar os pontos da faixa reversível. Já quem embarca ou desembarca, no sentido centro, precisa utilizar os pontos do lado direito da via.

Além disso, durante o período de operação da faixa reversível, o ponto em frente à Subprefeitura do M´ Boi Mirim, sentido centro, será substituído por um ponto móvel, próximo à esquina da R. Francisco Nóbrega Barbosa, e o ponto existente entre as Ruas Augusto Ferreira de Morais e Domingos Jorge, sentido centro, será substituído por um ponto móvel que estará entre as Ruas Santa Terezinha e Domingos Jorge.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes – com informações SPTrans.

Publicado em Notícia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários