Gratuidade para passageiros a partir de 60 anos nos ônibus de São Paulo

ônibus

Ônibus municipal em São Paulo. Passageiros com 60 anos ou mais já podem usar o sistema municipal gratuitamente. Foto: Adamo Bazani

Passageiros com 60 anos ou mais podem usar ônibus de graça em São Paulo
Solicitação de Cartão do Idoso pode ser feita à SPTrans
ADAMO BAZANI – CBN
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assinou nesta quinta-feira, dia 13 de março de 2014, o decreto número 54 mil 925, que garante gratuidade aos passageiros de ônibus municipais que tenham idade de 60 anos ou mais.
O decreto foi publicado hoje no Diário Oficial do Município e regulamenta a Lei 15 mil 912 de 16 de dezembro de 2013. A lei passa a valer na prática a paritir de segunda-feira, dia 17 de março.
Antes, a gratuidade era garantida apenas para mulheres a partir de 60 anos e homens com 65 anos ou mais, pelas regras do Estatuto do Idoso.
De acordo com o decreto, para ter direito à gratuidade, o passageiro com esta faixa etária precisa portar um Cartão de Idoso emitido pela SPTrans:
“I – embarcar pela porta dianteira, utilizar-se do Cartão Especial do Idoso no equipamento leitor localizado no interior do veículo e: a) transpor a catraca e desembarcar pela porta traseira; oub) efetuar o giro da catraca e desembarcar pela porta dianteira …”
Mas quem não possuir o cartão ainda, pode desembarcar pela porta da frente, apresentando documento de identidade com foto ao motorista do ônibus.
“II – embarcar pela porta dianteira,apresentar ao operador ou à fiscalização qualquer documento oficial dotado de fotografia que permita sua identificação e comprove sua idade e desembarcar pela mesma porta”
Podem solicitar o cartão moradores da Capital Paulista, das cidades que formam a região metropolitana e dos municípios de Botujuru, Campo Limpo Paulista, Jundiaí e Várzea Paulista devem fazer cadastro na SPTrans, segundo o decreto.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

About these ads
Esse post foi publicado em Notícia e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Gratuidade para passageiros a partir de 60 anos nos ônibus de São Paulo

  1. Pedro disse:

    Para que cartão se pode apresentar o RG, tem gente que apresenta até atestado médico, tem que apresentar o cartão sim senhor, eu precisei tirar o cartão do obeso, e olha que e claro e evidente que eu sou obeso, agora canso de ver pessoas que no minimo e duvidoso que tenha mais de 50 anos apresentando RG, tem gente que utiliza o cartão da mãe da avó, tudo aos olhos e consentimento dos cobradores que na verdade não servem para nada, ainda tem que nos terminais ele so entram no onibus quando todos os passageiros já entraram, ou quando o motorista da partida, já presencie onibus saindo sem o cobrador, tendo que o mesmo correr atras do onibus, cobrador e como assessorista de elevador não tem mais porque exitir, fora que ele case sempre não tem troco, pergunto servem para que?

  2. Diego Leão disse:

    Essa gratuidade é válida desde os tempos do Paulo Maluf. Meu avô e minha avó a uns 10 anos tem o Bilhete Único gratuidade e tudo.

    • jose Rocha disse:

      Diego, a gratuitidade a partir dos 60 era apenas mulheres. Homens tinham que esperar mais 5 anos. A nova lei, acaba com essa diferença, ou seja, fez 60 pode usar o benefício.

  3. Rafael disse:

    Pergunta pro motorista do ônibus pra que serve o cobrador, com o salário que ele ganha tem que ficar acumulando função. Tá certo isso Senhor Pedro Ruela??
    Claro que os mesmo nunca tem troco, algumas empresas não permitem que os mesmos fiquem com valor acima de 30 reais em seus caixas, também não permitem o troco acima de 20 reais. Pergunto-lhe, vc já viu alguém dar ao cobrador uma nota maior que vinte?
    Sem contar o absurdo que é as passagens de ônibus muitas vezes; 3,45/4,95/4,60/2,65. Faça as contas e veja quantas moedas o infeliz usaria para dar troco a 100 pessoas que é a média de passageiros por 1/2 viagem.
    Quantos homens sustentam suas famílias com esse emprego? Porquanto vem você os chamando de inúteis. Acaba com essa profissão e deixa todos estes desempregados, e mais, faz o pobre do motorista, que necessita cumprir horário, prestar atenção nas portas, no troco, no trânsito, nas reclamações dos passageiros, nos bêbados e drogados do fim de semana querendo passar por baixo da catraca, nas mulheres com criança no colo em pé, visto que são poucas as pessoas que sedem seus lugares, e em diversos outros problemas sozinho. Experimenta mandar um motorista sozinho pra um desses bairros “nobres” das cidades de São Paulo sozinho, e ele volta sem o ônibus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s