GREVE DE ÔNIBUS: confira onde vai ter nesta sexta-feira

greve de ônibus

Em São Luís, a reunião entre empresários e sindicalistas terminou sem acordo nesta quinta-feira e novo encontro deve ser realizado nesta sexta-feira. Empresários não ofereceram novas propostas e dizem que isso só será possível se a Prefeitura de São Luís oferecer formas de compensar os aumentos nos salários e benefícios. Foto: Hilton Franco.

Reunião tenta acabar com greve de motoristas de ônibus em Salvador e em São Luís
Greve prejudica 1,3 milhão de pessoas por dia e provocou até o cancelamento de aulas, na Bahia. No Maranhão, mais de 600 mil pessoas estão sem ônibus. Em Osasco, na Grande São Paulo, houve acordo

ADAMO BAZANI – CBN

GREVE DE ÔNIBUS EM SÃO LUÍS:

Depois de mais de três horas, a reunião no Tribunal Regional do Trabalho, terminou sem acordo entre o SET – Sindicato das Empresas de Transporte de São Luís e o STTREMA – Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Maranhão.
Novo encontro entre as representações trabalhista e patronal deve ser realizado nesta sexta-feira, quando a greve de ônibus em São Luís chega ao seu quinto dia.
Os trabalhadores pedem aumento de 7% nos salários, inclusão de dependentes no plano de saúde e aumento do vale-alimentação de R$ 341 para R$ 450.
As empresas de ônibus não ofereceram nova proposta. Elas dizem que só podem fazer isso se a prefeitura de São Luís oferecer alternativas para manter o equilíbrio das viações. Isso não exclui, inclusive, aumento das passagens de ônibus.

GREVE DE ÔNIBUS EM SALVADOR:

greve de ônibus

Em Salvador, uma reunião nesta sexta-feira no Tribunal Regional do Trabalho vai tentar colocar fim à greve dos motoristas e cobradores de ônibus, que atinge mais de um milhão de pessoas e trezentas mil pessoas por dia. Até as aulas em várias instituições de ensino foram suspensas. Foto: Rafael Martins / Correio da Bahia

Uma reunião no Tribunal Regional do Trabalho da Bahia, nesta sexta-feira, dia 25 de maio de 2012, entre o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário da Bahia – Sinttroba – e as empresas de ônibus vai tentar acabar a greve nos transportes públicos que prejudica pelo menos 1,3 milhão de pessoas por dia em Salvador e municípios vizinhos.
A determinação da Justiça de operação de 40% da frota de ônibus durante o dia e de 60% nos horários de pico, das 5 h às 8 h, e das 17 às 20 h, não tem sido seguida pela categoria.
A multa estipulada é de R$ 50 mil contra o sindicato.
A greve de ônibus em Salvador prejudica até mesmo a área da educação.
Algumas escolas do ensino publico e instituições privadas de ensino superior tiveram de suspender as aulas pela dificuldade de acesso de professores e alunos.
O sindicato dos trabalhadores se defende dizendo que orientou os motoristas e cobradores a irem ao serviço, mas que eles se recusaram.
Os rodoviários pedem 13,8% de aumento salarial, plano de saúde para familiares, aumento no valor do tíquete-refeição de R$ 10,80 para R$ 15,00 e no número de folhas de 26 para 30 unidades.
As empresas de ônibus oferecem aumento de 4,88% para os salários e tíquetes.
Além do trânsito complicado, quem deseja se deslocar por Salvador e região Metropolitana, e não tem veículo próprio é obrigado a usar o transporte alternativo que cobra preços abusivos pelas passagens.
Alguns moto-taxistas, que antes cobravam R$ 2,00 por corridas curtas, agora só transportam os passageiros por R$ 10,00.

AUDIÊNCIA SOBRE GREVE DE ÔNIBUS EM OSASCO TEM ACORDO:

greve de ônibus

Ônibus ficaram boa parte da manhã parados nas garagens na região de Osasco, na Grande São Paulo, o que prejudicou cerca de 1,3 milhão de pessoas. Greve foi perdendo força e sindicato assinou acordo para aumento de salários de 7% aos motoristas e cobradores. Reprodução: Globo News.

Os responsáveis pelo Sincovero – Sindicato dos Condutores de Osasco e Região entraram em acordo após audiência no Tribunal Regional do Trabalho nesta quinta-feira, dia 24 de maio.
Os sindicalistas aceitaram um aumento salarial para os motoristas e cobradores de 7%, estabilidade de emprego por 90 dias e formação de uma comissão para discutir a jornada de trabalho e o intervalo com a condição de retorno às atividades nesta sexta-feira.
Inicialmente, os trabalhadores pediam reajuste de 15%, aumento no valor do tíquete refeição e protestavam contra o aumento do horário para refeição de 25 minutos para uma hora, conforme determina o Ministério do Trabalho, sem, no entanto, a diferença a mais ser remunerada como eram os 25 minutos.
Durante o dia, a paralisação que chegou a afetar 1,3 milhão de pessoas foi perdendo a força.
Todas as empresas voltaram a circular, com exceção da Viação Osasco, tanto a matriz na cidade como a filial em Carapicuíba, que não operou até a parte da noite desta quinta-feira.
Além de Osasco, foram atingidas as cidades de Carapicuíba, Jandira, Embu das Artes, Cotia, Itapevi, Barueri e parte da zona Oeste de São Paulo, que recebe linhas intermunicipais destas cidades.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

About these ads
Esse post foi publicado em Notícia e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para GREVE DE ÔNIBUS: confira onde vai ter nesta sexta-feira

  1. Ruan Teixeira disse:

    Um verdadeiro desrespeito com a população!A Greve é direito dos trabalhadores mas isto afetou a população que utiliza diariamente os transportes públicos.Acredito que muitos nem consseguiram chegar aos seu respectivos trabalhos,escola,consultas médicas enfim!!No meu caso fiquei na empresa pois não tinha como eu ir embora!!Na minha opinião essas greves com intenção de reajuste no salario… enfim devem ser programadas com o sindicato e autoridades como assim aconteceu e a própria prefeitura do respectivo municipio e as autoridades deveriam fornecer transporte alternativos para os trabalhadores que dependem do transporte publico.Talvez acordos com empresas visinhas possibilitando que a população não seja prejudicada.

  2. nathalya disse:

    sei que vocês estão em busca os seus direitos , sou empregada que tambem busca por mais condições salarial
    mais uma coisa e certa muita gente não tem nada ver com essa greve espero que entre longo em acordo

  3. Alice Cristina Chimim disse:

    quando vai sair a greve de ponta grossa

  4. Paulo disse:

    Quando ira acabar a greve no Espirito Santo Vitoria?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s