JUNDIAÍ: Empresas devem ser multadas e greve continua

Ônibus da Viação Jundiaiense, empresa que junto com a Auto Três Irmãos está parada em Jundiaí, no Interior Paulista. Greve prejudica 130 mil pessoas e não houve acordo entre empresas e trabalhadores em relação aos valores de salários, vale refeição e Participação nos Lucros. Prefeitura diz que vai multar as duas companhias se caso não colocarem 30% da frota em circulação. Jundiaiense e Três Irmãos devem entrar na Justiça do Trabalho conta a greve. Foto: Kelvin Caovila

Prefeitura deve multar empresas paradas. Mesmo assim, greve de motoristas continua por tempo indeterminado
Motoristas acusam sindicato de não representá-los e aceitar proposta das empresas de ônibus sem aprovação da categoria

ADAMO BAZANI – CBN

A Prefeitura de Jundiaí, no Interior de São Paulo, anunciou que deve multar as empresas de ônibus Viação Judiaiense e Auto Três Irmãos caso elas não cumpram os artigos 16 e 17 do Decreto Municipal 19.153 de maio de 2003, que determina que as companhias que estiverem em greve coloquem no mínimo 30% dos veículos nas ruas, para garantir de maneira básica o deslocamento das pessoas nas cidades.
Desde a madrugada desta sexta-feira, dia 20 de maio de 2011, motoristas e cobradores das duas companhias estão em greve por reajustes salariais e elevação nos vales refeição e Participação nos Lucros, o que segundo a Prefeitura de Jundiaí, prejudicou pelo menos 130 mil pessoas na cidade.
Os motoristas da Viação Leme e da Rápido Luxo, que pertencem a base sindical, não cruzaram os braços.
Mesmo assim, o funcionamento das duas empresas não aliviou muito a vida de quem precisa da Jundiaiense e da Três Irmãos por conta da falta de integração nos terminais.
Não houve acordo em nova rodada de negociações nesta sexta-feira entre empresas e empregados e a greve deve continuar por tempo indeterminado.
Os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 15%, vale refeição de R$ 10 e Participação nos Lucros e Resultados – PRL para todos os funcionários dos transportes com base nos salários dos motoristas. Já as empresas de ônibus oferecem 10% de aumento, vale refeição de R$ 9,35 e Participação nos Lucros e Resultados de R$ 300.
Para piorar a situação em Jundiaí, o sindicato não está conseguindo se entender com os trabalhadores e é acusado por eles de ser conivente com as posições das empresas de ônibus.
Na noite de quinta-feira, dia 19 de maio de 2011, houve uma confusão na Assembléia, de acordo com a “Rede Bom Dia”, porque mesmo a maioria dos presentes não aceitarem as propostas das empresas, o sindicato anunciou a aprovação da proposta patronal.
Em entrevista ao jornal, o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Laurindo Lopes, responsabilizou a desunião e a confusão o fato de os funcionários da Leme e da Rápido Luxo não aderirem à greve.
Para reverter a situação, as empresas de ônibus paradas, Viação Jundiaiense e Auto Três Irmãos, devem tentar uma liminar na Justiça do Trabalho contra a greve.
Com tarifa de R$ 2,65, a cidade deve reajustar o valor das passagens, mas ainda não definiu o percentual.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

About these ads
Esse post foi publicado em De tudo um pouco, Notícia, Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para JUNDIAÍ: Empresas devem ser multadas e greve continua

  1. Aline Violato de Araujo disse:

    Se os valores das passagens aumentarem será uma injustiça pra quem necessita desse tipo de transporte a semana inteira para estudar e trabalhar. Ônibus de Campo Limpo Pta. esta praticamente o mesmo preço ao qual querem reajustar das linhas de Jundiai.
    Com essa greve várias pessoas perderam dia de trabalho, e devemos lembrar que tudo acaba saindo do bolso do cidadão que por necessidade e não por escolha utiliza os transportes públicos

  2. Gustavo Cunha disse:

    Boa noite à todos os partícipes do blog !

    Segundo a imprensa de Jundiaí, a paralisação foi encerrada e o transporte por ônibus urbano, foi normalizado na tarde deste sábado.

    Abraços.

  3. obrigado por atualizar as informações Gustavo.

    Abraços

  4. Lucas disse:

    então eh ctz q a greve acabou?!?!?!?

    as linhas em jundiai(tres irmaos/jundiaiense) estão funcionando normalmente?!?!?

    grato

  5. anonimo disse:

    deve aumentar sim o sálario dos motoristas e fúncionarios dessas empresas ,
    porem vergonhoso será se aumentar á tarifa que já é absurda principalmente em relação a empressa rapido luxo.
    pois além do motorista ter a função de dirigir ,tem que cobrar e ficar de olho na movimentação dentro do onibus
    e tambem os onibus caindo aos pedaços , um verdadeiro perigo para os usuarios e a população em geral, sem contar que vai hiper lotado pior que uma lata de sardinha e os atrasos…etc e tal. Bom propaganda enganosa começa pelo nome
    de rapido não tem nada ,de luxo pioro e de campinas menos ainda.

  6. antonio disse:

    eu sou sim ,a favor da greve,e mais ainda .os profissionis desta empresa deveriam arrancar este tal de presidente laurindo ,que so pensa na bolso dele,, porque nossas vidas esta nas maos destes profissionais ,fora sr:laurindo..por sua causa estamos todos sem o transporte publico em jundiai,,,canalla.so pensa em andar de carrao e corrente de ouro,babacao.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s