MARCOPOLO DE OLHO NO MUNDO

ÔNIBUS

Miniatura de MArcopolo Torino, na frente deos "irmãos maiores". Modelo é um dos grandes trunfos para perspectivas de crescimento da encarroçadora que quer ampliar participação mundial


Marcopolo, de olho no Brasil e no Mundo
Empresa divide operações mundiais em 4 diretorias e quer expandir negócios em novos países

ADAMO BAZANI – CBN

Criadas no final de janeiro, somente agora em meados de fevereiro pé que começam mais intensamente as atuações das 4 divisões mundiais da Marcopolo.
As atividades das Unidades de Negócio Ônibus foram agora envolvem quatro regiões:

Brasil,
Américas,
África e Índia
Ásia e Pacífico.

A Unidade de Negócio de Ônibus continua comandada por Carlos Casiragui, porém cada região de atuação terá um coordenador próprio:
As operações industrias e comercias do Brasil ficarão a cargo de Lusuir Grochot, que fica responsável pelas unidades fabris de Ana Rech e Planalto, no Rio Grande do Sul, e a Unidade Ciferal, no Rio de Janeiro.
As perspectivas para o Brasil, segundo nota oficial da Marcopolo são as melhores possíveis. Além da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, que vão exigir investimentos em transportes mais qualificados e de maior demanda, como a instalação dos corredores para trânsito de ônibus rápidos, o BRT, as eleições municipais de 2012, novas licitações urbanas e o processo natural de renovação de frota devem proporcionar mais crescimento ainda para a Marcopolo.
A empresa afirmou que vai investir pesado em marketing e aperfeiçoamento de imagem e de produto no segmento urbano, liderado pela Caio.
Para isso, conta com seu trunfo, o modelo Torino, produzido pela Ciferal, subsidiária da Marcopolo e que desde 2003 se dedica exclusivamente à produtos urbanos.
Apesar de as exigências para os grandes projetos voltados à restruturação das cidades que sediarão os jogos mundiais contemplarem veículos de motor traseiro, piso baixo e mais modernos, ainda a grande necessidade das cidades e o mercado de ônibus no Brasil tem sido por carrocerias mais simples e que recebam motorização dianteira. E é justamente neste quesito que o Marcopolo Torino se encaixa.
Para a Marcopolo, diferentemente do que o mercado assistiu o passado, ônibus com motor dianteiro ou com carrocerias mais simples não significa mais veículos desconfortáveis e sem acessibilidade.
Com o advento da motorização eletrônica e de equipamentos e legislações mais modernas em relação ao acesso a portadores de limitações físicas e visuais, o ônibus urbano com motor dianteiro pode trazer quase os mesmos ganhos que os veículos de categorias superiores.
Por causa dos preços atrativos e também do acúmulo de pedidos que encarroçadoras como a Caio enfrentam, isso sem contar que a Busscar, mesmo se recuperando, ainda deixa brechas no mercado, já que tal recuperação é bem lenta, até mesmo empresas de ônibus que não tinham o hábito de adquirirem produtos urbanos da Marcopolo estão optando pelos produtos e não têm se arrependido, segundo a encarroçadora.
Muitas empresas, para baratear custos e facilitar a manutenção, têm padronizado os modelos por encarroçadoras e montadoras. Alguns delas, optaram pelos urbanos Torino, Senior Midi (micrão) e Senior (mini).
Um dos modelos mais antigos do Mercado em fabricação, desde 1982-1983, criado para substituir o bem sucedido Veneza, o Torino de hoje só lembra alguns detalhes das primeiras versões, que mais se pareciam com o San Remo, também da marca Marcopolo.
Mas a empresa não quer apenas aproveitar o bom momento no Brasil. Ainda em nota, a Marcopolo diz que o mercado exterior está mais maduro e disposto a investir no setor de transportes por ônibus, em especial o urbano.
Por isso a criação das outras diretorias
Paulo Andrade é agora o diretor da Unidade Américas, que engloba fábricas na Argentina, México e na Colômbia. A divisão da África do Sul, India e Egito fica a cargo de Gelson Zardo Wang Chog responde pela divisão Ásia – Pacífico, que inclui fábricas na Rússia e China, um dos grandes mercados mundiais de ônibus.
A Marcopolo não descarta atuação em outros países e quer ampliar o mercado mundial, inclusive nas nações onde já atua.
Adamo Bazani, jornalista.

About these ads
Esse post foi publicado em História e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para MARCOPOLO DE OLHO NO MUNDO

  1. Felipe Novaes disse:

    Realmente a Marcopolo é um exemplo a ser seguido quanto à administração… só não concordo com a afirmação de que ônibus de motor dianteiro hoje em dia são quase tão bons quanto os de motor traseiro. Por melhor que seja os modernos de motor dianteiro, nunca chegará no nível de conforto oferecido por veículo de motor traseiro ou lateral.

  2. Oswaldo Machado disse:

    Prezado Adamo,
    Se ela estivesse de “olho no mundo” não fecharia a fabrica de Portugal.Houve um grande esforço para entrar na Europa e de repente resolveram fechar a filial Portuguesa

    Sds

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s